terça-feira, 26 de abril de 2011

O Australopiteco dentro de mim

A Medalha de Ouro do Joao Pina não me enche de orgulho patriótico mas antes de uma tusa cavernosamente distorcida que me faz adorar ver um homem bonito e ferido a lutar.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Já vais ou queres que te empurre?

E aquela situação triste, triste, triste de querer mandar um gajo embora assim que já não precisamos dele (mais ou menos 2 minutos depois de ele se vir) e a anta sem leitinho não há meio de desamparar a loja?
Ontem repeti pelo menos 3 vezes a um miúdo "bom, tens o telemóvel e carteira, né?" e outras 3 "bom, então tens já tudo?" até desesperar com o "já vais ou queres que te empurre?" que feliz ou infelizmente ele não levou a peito (ai aquele peito) e nem sei se percebeu, mas antes que lhe pusesse as mãos em cima outra vez lá se pôs a milhas "beijinho,pra semana há mais,né?". Né.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

És mauzão, és...

O Segurança fazia porta num dos sítios que frequento á noite. Muito encorpado, muito sério, nem um sorriso naquela trombinha de Deus Grego metido ao mauzão. Eu achava um piadão à pose do menino no meio dos sorrisinhos, piadinhas e cotoveladas dos meus amigos gays. "Ai, melher, um dia tens de fazer aquilo".
E uma noite passou por mim e disse "casa de banho" e eu lá provei aquilo, só provar, que eu cá não gosto de desperdiçar o ouro que é uma queca bem dada, num WC mal amanhado dum bar de gays. Foi assim o começo duma bela olimpíada.

terça-feira, 12 de abril de 2011

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Só as putas é que pinam?


Estas gajas que fodem são todas umas putas, porra, coitadinhos dos homens portugueses, entregues a esta cambada de porcas que andam na rua e nas páginas dos jornais a venderem-se...
E volta e meia,quando vejo campanhas destas, só penso que a miséria deste país não tem FMI que o valha, porque a merda que as pessoas cospem e pensam não se varre com os milhões dos outros. Valham-me os meus orgasmos, que me dão "brancas" no cérebro e fazem esquecer estas coisas.Uf.
(É RATA-Informei-me agora que a Campanha afinal é direccionada para os trabalhadores do Sexo, ok, ok, ok...isto qualquer dia são mais que as mães, qual amor pela camisola, qual quê. Ame-se a camisinha então.)

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Facesbooques

Confesso que já aceitei certos "amigos" no Facebook na esperança de os comer. E que depois os eliminei, passadas umas semanas, sentida por não os afiambrar. Há coisas em sou muito gaja. (Os homens são mais persistentes...mas gosto de pensar que é porque não têm tanta oferta como eu.)

terça-feira, 5 de abril de 2011

Euuuu...?!?!?!???

Uma das muitas coisas maravilhosas que aprendi com os homens foi o "negar até à morte". Não era eu. Deve ser engano. É mentira. Eu não fiz nada.
Mesmo com a pila ainda a pingar de se virem noutra gaja, são sempre os seres mais injustiçados do planeta. E eu acho isto lindo. Poupava-se tanto sofrimento, tanta mentira e tanta porrada se as mulheres o aprendessem a fazer também.

sábado, 2 de abril de 2011

Castigos pequeninos

Chateou-me por lhe enviar uma sms quando estava com a namoradita,"vê lá se tens mais cuidado", respondeu-me depois, e eu, mesmo podendo ter piedade do ego do gajo (gosta de se convençer que eu desejo o lugar da triste que lhe limpa a casita e vai casar com ele pro mês que vem), mesmo podendo fazer de conta que não me tinha  importado ou até pedir-lhe desculpa sem sentir, não. Não, não , não, não. Na vez seguinte disse-lhe eu "só tenho 10 minutos, quero-te duro quando chegar". Entrei-lhe pela casa dentro, sem nada por baixo do vestido, sentei-o, pus-me nele, vim-me 3 vezes, mandei-o vir-se e fui-me.
Quando vesti as cuecas no elevador desmanchei-me à gargalhada.

terça-feira, 22 de março de 2011

Reencontrei uma paixão antiga

E ele quer levar-me a jantar em vez de irmos directo para a cama. Já estou aqui a pensar que não me consegue dar duas seguidas sequer, vai ocupar-me metade da noite com conversa á mesa.